terça-feira, 24 de setembro de 2013

Costuras Copta e LongStitch

Para a confecção dos cadernos artesanais que desenvolvo é muito importante definir qual das costuras será escolhida na hora da encomenda. Dependendo do tipo definido, a capa receberá um corte específico para o acabamento do tecido e a furação necessária.

A costura Longstitch caracteriza-se por suas longas linhas percorrendo pela lombada do caderno. A técnica utiliza-se da abertura conferida pelo dorso para unir os cadernos à capa dura do livro sem nenhum uso de cola. A apresentação de suas linhas confere uma aparência elegante ao caderno junto da exposição do miolo em papéis sortidos através da abertura na lombada.

A costura Copta (também conhecida como "Coptic Stitch") apresenta o aspecto de trança com a linha e não recebe cola na lombada. Essa técnica também é conhecida como ponto cadeia, onde a linha une folhas soltas a partir de pontos definidos ao longo da lombada dos cadernos em forma de elos, a fim de construir uma corrente com eles. A encadernação Copta caracteriza-se por seu aspecto de brochura e cadernos costurados com a técnica visível na lombada, possibilitando um ângulo de abertura superior a 180º e conferindo um belo acabamento, valorizando o seu design artístico.


Costuras aplicadas nos cadernos artesanais.


Os cadernos são feitos em capa dura e com seus tecidos impermeabilizados. As brochuras são confeccionadas no tamanho A6 (10,5x14,8cm) e com papéis de acordo com a funcionalidade que será dado ao caderno. Para os artistas, o Papel Vergê (80g/m²) apresentará suaves texturas que conferirão um toque especial para as ilustrações em grafite; enquanto para anotações, o papel usado é o sulfite (75g/m²) e não apresentam texturas. Os cadernos utilizando a costura Longstitch contêm 96 folhas, enquanto os cadernos com a costura Copta oferecem 108 folhas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário